Listamos para você as melhores carnes para churrasco

carnes-para-churrasco

A escolha dos produtos para o seu churrasco é uma tarefa fundamental. Desde o carvão que será utilizado para acender a churrasqueira até a escolha da tábua e das facas para o corte, tudo deve ser bem pensado. Portanto, o churrasqueiro deve primar pela mais alta qualidade em todos os sentidos e, principalmente, ter cuidado com o ingrediente principal: a carne para churrasco.

A escolha dessa carne deve ser feita com carinho. Afinal, você não quer ficar conhecido por seus parentes e amigos como um mau churrasqueiro, não é verdade? É de suma importância saber onde comprar a carne, ver a procedência do alimento e verificar se o estabelecimento segue as normas sanitárias. Assim, você saberá como a carne é tratada, o que fará toda a diferença.

Peça ao atendente do açougue que mostre a peça que você deseja comprar. Dessa forma, você poderá avaliar se a carne está fresca e se a aparência dela lhe agrada. É necessário que cada peça esteja macia, com uma cor bonita e que os pontos de gordura estejam bem dourados e suculentos.

Neste post, vamos ensinar quais os cortes ideais para fazer um churrasco inesquecível. Quer saber mais? Continue lendo!

As melhores carnes para churrasco

A seguir, selecionamos algumas carnes famosas entre os brasileiros que podem transformar seu churrasco em um verdadeiro sucesso!

1. Picanha

Falou em churrasco, falou em picanha. Esse corte, com certeza, é o primeiro da lista dos melhores tipos de carne para churrasco.

O sabor da picanha é bastante acentuado devido à generosa capa de gordura que cobre a carne. Essa gordura nunca deve ser retirada antes do preparo, pois, além de contribuir para o sabor, ela também é responsável por deixar a carne suculenta.

Alguns churrasqueiros gostam de incrementar essa peça com pimenta do reino ou pasta de alho. Mas, devido ao sabor forte do corte, basta utilizar sal grosso na preparação. E lembre-se: o ponto ideal de uma picanha é servi-la mal passada, para que não fique dura e seca.

2. Costela

Não dá para fazer uma lista de melhores tipos de carne para churrasco e esquecer a costela. Tal corte também costuma agradar ao paladar dos convidados, especialmente se for bem-feita.

Por ser uma carne com fibras grossas e compridas, a costela exige um pouco mais de cuidado e tempo de preparação. Costelas bovinas, suínas e de ovelha são excelentes para o churrasco. Por isso, basta você escolher a sua preferida e caprichar na hora de assar.

Se quiser incrementar o corte, você pode acrescentar temperos que vão além do sal grosso, pois a costela harmoniza bem com os mais variados sabores. A nossa dica especial é o molho barbecue, que combina muito bem com uma boa costelinha.

3. Fraldinha

Diferentemente dos outros dois cortes já citados em nossa lista, a fraldinha é uma carne com baixo teor de gordura, podendo ser considerada uma opção mais leve e menos calórica, ideal para quem está de dieta e também para as crianças.

As fibras da carne são longas, mas o corte é pequeno. Por isso, a fraldinha é assada mais rapidamente, o que também pode ser considerado um ponto positivo. Como o sabor da carne é bastante suave, você pode acrescentar os temperos de sua preferência, além do tradicional sal grosso.

4. Alcatra

É importante que o churrasqueira saiba que dentro da peça de alcatra se encontram três cortes da carne bovina: a picanha, a maminha e o miolo da alcatra, que, como se sabe, é o meio da peça.

O miolo de alcatra, como é conhecido, é uma carne extremamente saborosa. Ela é tão deliciosa quanto a picanha, mas tem menos gordura. Contudo, é bastante macia.

Esse corte serve para começar o seu churrasco com o pé direito! Começar mesmo, pois, por seu rápido tempo de cozimento, ela é sempre a primeira opção de corte para iniciar o churrasco. É só levá-la à grelha, em fogo de médio pra baixo, e virá-la somente duas vezes para que asse os dois lados igualmente. Em torno de 10 a 15 minutos, estará pronta a sua saborosa e suculenta alcatra.

Tempere seu miolo de alcatra com sal grosso, água e alho. Você também pode inovar e deixar a carne marinando em molho de vinho tinto por cerca de 30 minutos. Ao ser levada à grelha, a carne passa pelo processo de vaporização, para que o álcool do vinho possa se dissipar, auxiliando na suculência do seu miolo de alcatra. Aliás, a carne bovina e o vinho tinto conversam muito bem.

5. Maminha

Voltando para as carnes com gordura, temos a maminha. Afinal, esse é um dos pedaços do boi que tem maior concentração de gordura, o que o torna um corte excelente para o churrasco.

Como já falamos, a gordura será responsável por manter a carne úmida, macia e suculenta, além de trazer muito sabor. Portanto, nunca retire a gordura de uma maminha antes de prepará-la.

A maneira ideal de fazer a maminha é fatiá-la em porções finas, cortando sempre no sentido contrário às fibras da carne para manter a sua maciez. Ela pode ser servida no ponto que o churrasqueiro preferir.

6. Contrafilé

O contrafilé é ideal para quem aprecia uma carne bem mal passada ou sangrando, como dizemos popularmente. Afinal, mesmo se preparado dessa forma, ele não perde o sabor e a maciez característicos.

O contrafilé também pode ser encontrado nos açougues com o nome de filé curto ou lombo desossado. Na hora de fazer a carne, é muito importante remover o nervo lateral, seguindo as fibras dela. Assim, é o resultado será o melhor possível.

Se for prepará-lo no espeto, basta temperá-lo com sal grosso. Caso opte pela grelha, asse o contrafilé dentro de um papel-alumínio com uma cebola roxa. Isso incrementa bastante o prato, já que a carne absorve muito bem o sabor desse legume.

7. Asinhas de frango

As asinhas de frango estão em nossa lista dos melhores tipos de carne para churrasco pela sua versatilidade. Elas podem ser servidas como aperitivo, com a linguiça e o pão de alho, mas também podem ser o prato principal para aqueles que não gostam de carne vermelha.

Com sabor suave e delicado, as asinhas de frango devem ser bem temperadas, conforme a sua preferência. É importante lembrar também que precisam ser servidas sempre bem passadas, com uma pele crocante. Uma asinha de frango bem-feita agrada até aos amantes de carne vermelha!

8. Coração de galinha

Para finalizar as nossas indicações dos melhores tipos de carne para churrasco, vale a pena acrescentar um aperitivo, geralmente, servido enquanto os convidados aguardam as outras peças ficarem prontas: o coraçãozinho de galinha, excelente para abrir o apetite!

A melhor maneira de prepará-lo é deixá-lo marinando durante um tempo. Por isso, escolha os temperos da sua preferência e prepare a marinada, pois ela vai dar gosto ao coração de galinha. Na hora de assar, garanta que as peças fiquem bem passadas, quase torradinhas!

Os cuidados na hora do preparo

Aqui, vamos destacar alguns pontos que podem fazer a diferença em seu churrasco. Primeiro, esteja ciente de que o tempero da carne é extremamente importante. Itens como água, sal grosso e alho são excelentes para temperar as carnes bovinas. Além disso, deixar as carnes marinando no tempero por cerca de trinta minutos é vital para que elas absorvam bem o tempero e fiquem mais suculentas.

A carne de frango geralmente é temperada com cebola, salsa e sal. Por outro lado, cortes bovinos são temperados com sal grosso e alho. Alguns churrasqueiros mais ousados gostam de usar o molho barbecue.

O tempo que cada tipo de carne leva na grelha também precisa de atenção, pois cada corte tem seu período ideal de cozimento. Quando o tempo para assar a carne não é respeitado, isso pode trazer consequências que fazem seu churrasco ter uma queda drástica de qualidade.

Vamos usar como exemplo a picanha. Se não for respeitado o tempo que ela deve ficar no fogo, ela será servida crua, se for retirada antes da hora. Contudo, se o tempo de preparo for ultrapassado, ela pode ficar seca, dura e perder toda sua suculência, que é uma das características mais marcantes desse corte.

O corte de cada peça também tem grande influência na qualidade de sua refeição. Aqui, use uma faca para o corte ideal e preste atenção nesse procedimento para que a maciez de cada peça de carne não seja perdida.

Por fim, fique atento ao nível do fogo para assar o seu churrasco. Cada peça de carne tem o nível ideal para seu preparo. O fogo elevado pode queimá la, e o fogo muito baixo fará com que sua carne demore para atingir o ponto ideal.

Seguindo todos esses passos, as chances de seu churrasco ser um sucesso serão aumentadas! Portanto, fique ligado na compra de seus produtos, no tempero e no tempo de cozimento de cada peça de carne. Não se esqueça de levar em consideração a escolha dos fornecedores dos alimentos. Assim, você poderá servir o melhor churrasco para sua família e amigos.

E aí churrasqueiro, gostou do nosso post sobre os 8 melhores tipos de carne para churrasco? Conte nos comentários qual é a sua carne preferida!

Fonte: https://blog.santamassa.com.br/8-melhores-tipos-de-carne-para-churrasco/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *